FISL 14 começa hoje em Porto Alegre

fisl14

fisl14 traz a Porto Alegre grandes nomes da Tecnologia mundial

Maior evento de tecnologia da informações e comunicação da América Latina inicia hoje, em Porto Alegre.

O FISL, Fórum Internacional Software Livre, chega a sua 14a edição em 2013. O evento, que ocorre de 3 a 6 de julho no Centro de Eventos da PUCRS, em Porto Alegre, é o maior encontro de comunidades de software livre da América Latina e um dos maiores do mundo na temática da Tecnologia da Informação.

Serão mais de 600 horas de programação, cerca de 700 palestrantes e aproximadamente 50 oficinas, atividades culturais, sociais, de entretenimento e de lazer dentro e fora do Centro de Eventos da PUCRS. A dimensão do 14° Fórum Internacional Software Livre é mundial e move internautas e interessados no assunto de várias partes do globo. Já são mais de quatro mil inscritos – espera-se sete mil – para os quatro dias do evento, que trará a Porto Alegre grandes nomes nacionais e internacionais da tecnologia para tratar, especificamente, o desenvolvimento, as políticas públicas, a filosofia e a cultura das tecnologias livres. Até o momento, há mais de 85 caravanas de inscritos de 12 Estados brasileiros, além de países como Uruguai e Argentina. O evento também contará com a presença de grupos de usuários, que poderão divulgar suas iniciativas, trocar experiências com o público visitante, demais grupos e instituições patrocinadoras do evento.

Em 2013, as atividades serão distribuídas em dez trilhas principais: Academia Livre, Administração, Desenvolvimento, Educação, Encontros Comunitários, Hardware Livre, Jogos e Multimídia, Negócios e Tópicos Emergentes e a trilha Aaron Swartz, além da apresentação de pesquisas acadêmicas no WSL, o Workshop Software Livre, que reunirá pesquisadores de diversos países.

Trilha Aaron Swartz

Em homenagem ao hacker e ativista Aaron Swartz, as discussões e atividades em torno das temáticas de cultura e internet livre, compartilhamento, copyleft, creative commons, transparência e hacktivismo serão agrupadas em uma trilha com seu nome. O jovem virou símbolo da luta em prol do compartilhamento após cometer suicídio, no início deste ano, enquanto era processado por pirataria pelo Instituto de Tecnologia de Massachussets (MIT).

O fisl14 contará também com um espaço de negócios para empreendedores da Tecnologia da Informação e investidores. O evento reserva, ainda, diversas atividades gratuitas, com livre acesso ao público em geral, como o Espaço Paulo Freire, voltado a

 

iniciativas educacionais, o Festival de Robótica Livre, o Festival de Cultura Livre, com apresentações durante a programação do evento e festas temáticas em diferentes locais de Porto Alegre, além da Mostra de Projetos Livres, que incluem trabalhos de grupos e entidades com a utilização de software livre.

Palestrantes confirmados

Grandes nomes do movimento Software Livre já confirmaram presença: o ativista e fundador do movimento, Richard Stallman; o diretor executivo da Linux Internacional, Jon “Maddog” Hall; o hacker e pioneiro no trabalho com Realidade Virtual, Mitch Altman; além das desenvolvedoras Valerie Aurora e Luciana Fujii, e do educador Nelson Pretto.

Richard Stallman (Estados Unidos) – O fundador do Movimento Free Software é programador, hacker e um influente ativista político da área de tecnologia e liberdade de informação. É o autor da GNU GPL, a licença livre mais usada no mundo, que consolidou o conceito de copyleft.

Jon “Maddog” Hall (Estados Unidos) – Diretor Executivo da Linux Internacional, uma associação de grandes empresas de relevância internacional na área de Tecnologia da Informação que promovem sistemas operacionais baseados em Linux. É um dos ativistas de tecnologia mais conhecidos do mundo.

Mitch Altman (Estados Unidos) – Hacker e inventor, Altman foi um dos pioneiros no trabalho com Realidade Virtual. Inventou o TV-B-Gone, um controle remoto universal compatível com a maior parte dos modelos de televisores existentes, e é presidente da Cornfield Electronics.

Valerie Aurora (Estados Unidos) – É escritora, programadora, ativista feminista e cofundadora da Ada Initiative, uma organização não-governamental que promove a inserção das mulheres na tecnologia e cultura aberta.

Luciana Fujii (Brasil) – Cientista da Computação, trabalha com consultoria e desenvolvimento de Software Livre para uma empresa do Reino Unido. É contribuidora do Cheese, software de Webcam do projeto GNOME, e de projetos multimídia envolvendo o framework Gstreamer.

Alexis Rossi (Estados Unidos) – Alexis Rossi é Diretora de Coleções do Internet Archive, o mais conhecido arquivo web do mundo. Rossi também trabalhou no ClariNet (o primeiro agregador de notícias online) e foi Diretora Editorial do Alexa, principal medidor de audiência da internet.

Italo Vignoli (Itália) – É um dos fundadores e membro do quadro de diretores da The Document Foundation, responsável pelo marketing e comunicação. Ele também é palestrante internacional da iniciativa. É membro da ASSOLI, uma associação italiana de software livre.

 

Laura Marotias (Argentina) – É socióloga, dedicada a educação virtual, ativista do Software e Cultura Livre, membro da SoLAr – Software Libre Argentina

Sérgio Amadeu da Silveira (Brasil) – É sociólogo, defensor e divulgador do Software Livre e da Inclusão Digital no Brasil, foi um dos grandes implementadores dos Telecentros na América Latina e presidente do Instituto Nacional de Tecnologia da Informação. Doutor em Ciência Política pela Universidade de São Paulo, atualmente é professor adjunto da Universidade Federal do ABC (UFABC), onde é um dos condutores do grupo de pesquisa Cultura Digital e Redes de Compartilhamento.

Marcos Mazoni (Brasil) – Diretor-presidente do Serviço Federal de Processamento de Dados (SERPRO) e entusiasta do Software Livre. Graduado em Administração de Empresas e pós-graduado em Gestão Empresarial e Tecnologia da Informação.

Marcelo Branco (Brasil) – Ex-coordenador da Associação Software Livre.org, foi um dos idealizadores do projeto Conexões Globais 2.0. Também foi coordenador da estratégia nas redes sociais da Presidente da República do Brasil, Dilma Rousseff, três vezes diretor geral da Campus Party Brasil, tendo trabalhado para o governo da Generalitat de Catalunya, na Espanha, como assessor responsável pela Estratégia de Software Livre no governo. É articulador e um dos fundadores do Projeto Software Livre Brasil.

Humberto Borba (Brasil) – É Hacker, Modder e desenvolvedor de sistemas. É mantenedor de dispositivos e colaborador ativo do time de desenvolvimento Android CyanogenMod. Cursa mestrado em Arquitetura da Informação e é pesquisador do Centro de Pesquisa em Arquitetura da Informação (CPAI), Universidade de Brasília (UnB).

Cícero Moraes (Brasil) – Vencedor do Prêmio TVCA de Propaganda e Vídeo de 2006, esteve entre os finalista so concurso Cannes Young Lions, promovido pelo YouTube em 2009. Já palestrou em diversos eventos de informática, como a Latinoware (2009, 10, 11 e 2012), BlenderPRO (MG, CE, BH e DF), SolivreX (PR), Filsol (GO e MT), XXI Semac (SP) e a VI Atualtec (RR).

Pedro Rezende (Brasil) – É professor da Universidade de Brasília (UNB), mestre em matemática. Pesquisa criptografia, segurança computacional e o custo social dos modelos negociais no setor da informática.

Lucas Rocha (Brasil) – Trabalha na Mozilla no desenvolvimento do Firefox para Android. Contribuidor de longa data no projeto GNOME onde já foi diretor da GNOME Foundation, membro do release team, e mantenedor. Foi um dos principais desenvolvedores da interface gráfica do projeto Maemo na Nokia.

O 14° Fórum Internacional Software Livre inicia no dia 03 e segue até o dia 06 de julho, no Centro de Eventos da PUCRS (Av. Ipiranga, 6681), em Porto Alegre. Mais informações podem ser obtidas pelo site www.fisl.org.br

 

Sobre o Fórum Internacional Software Livre (FISL)

O Fórum Internacional Software Livre (FISL) acontece desde o ano 2000 – chegando em sua 14ª edição. É considerado o mais consolidado evento da área na América Latina e um dos maiores do mundo. Fundado nos ideais construídos inicialmente pelo físico e programador Richard Stallman e, posteriormente, pela comunidade de hackers e desenvolvedores do sistema operacional GNU/Linux, o FISL surgiu de uma mobilização em prol da luta pela liberdade e autonomia tecnológica do país. O evento é o momento de encontro físico de muitas pessoas de diversas partes do mundo que se conhecem e trabalham apenas pela internet em projetos das mais variadas temáticas. A comunidade de usuários é o coração do fisl e interage com diversos outros setores da sociedade, como a academia, profissionais, empresas, investidores, governos e sociedade civil.

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: