Corrigindo a associação de arquivos no Windows

Olá pessoal,

ontem eu fui acionado por um cliente que recebia a mensagem de erro abaixo ao abrir qualquer diretório no Windows Explorer em um desktop com Windows 7.

“Este arquivo não tem um programa associado a ele para realizar esta ação. Instale um programa ou, caso já exista um instalado, crie uma associação no painel de controle Programas Padrão”

Erro Windows Associacao.png

Acessei remotamente o PC e verifiquei que realmente as associações de pastas e diretórios haviam se perdido.

Para corrigir este problema de uma forma simples e rápida, eu utilizei e recomendo o utilitário File Association Fixer v.1.0, disponibilizado pelo blog The Windows Club, mantido pelo colega MVP Anand Khanse, que funciona nos Windows Vista/7/8,  possui uma interface bem intuitiva e permite a você selecionar quais tipos de arquivos você quer recuperar a associação. Neste caso do erro citado aqui, basta selecionar as opções “DIRECTORY” e “FOLDER” reiniciar o PC e a associação será refeita.

File Association Fixer

A v2 do File Association Fixer possui suporte a Windows 8 e 10.

Links para download:

File Association Fixer for Windows 7/8/Vista

File Association Fixer v2 for Windows 10/8

Valide a codificação do seu site com o W3C Internationalization Checker

Recentemente após fazer a migração de hospedagem em um cliente e após fazer o upload do site baseado em php, alguns caracteres não estavam sendo exibidos corretamente devido ao charset (conjunto de carecteres) configurado no servidor php e o definido no código do site serem diferentes.

Ok, defini o charset correto, porém encontrei o W3C Internationalization Checker, um site bem interessante que pode auxiliar bastante na identificação de problemas na exibição/configuração de sites na web com relação à linguagem e a codificação de caracteres.O site é mantido e disponibilizado pela W3C, organização responsável pela padronização da web e é bem simples de ser utilizado, basta digitar a URL do site que deve ser testado e aguardar a análise que será exibida com os detalhes dos itens que devem ser resolvidos mediante as melhores práticas definicas pela W3C.

Vejam abaixo, como emprelo, o retorno da consulta ao site da Consultoria Invent IT.

W3C_I_C

Monitore seus servidores gratuitamente com o Veeam One Free

Olá pessoal,

VeeamlogonewQue tal implementar monitoria no seu ambiente de virtualização com Hyper-V ou VMWare e de forma gratuita? A Veeam disponibiliza a Veeam One Free Edition que possibilita utilizar algumas das funcionalidades do Veeam One, sem qualquer restrição de hosts ou servidores de gerenciamento. Com o Veeam One Free Edition é possível gerar relatórios, identificar alertas, gargalos e recursos a serem otimizados.

Se trata de mais uma ferramenta daquelas que entra na categoria de indispensável para pequenos ambientes, com poucos hosts de virtualização. Para ambientes maiores e complexos o Veeam One, que é pago, deve ser utilizado.

Maiores informações e download aqui.

No ano passado eu gravei um vídeo sobre a ferramenta Veeam One Free Edition, na época na versão 9.0. Atualmente  está na versão 9.5. Vejam e comentem.

Configurações de data e hora via terminal no Linux

linuxOlá pessoal,

Para alterar as configurações de data e hora em servidores Linux via terminal, seja localmente ou remotamente via SSH, executem os comandos abaixo, como root:

Para verificar as configurações atuais digite:

# date

Para mudar da data, execute:

# date -s mm/dd/yy

Considere mm=mês, dd=dia e yy=ano

Para mudar a hora, execute:

# date -s hh:mm:ss

Considere hh=hora, mm=minutos e ss=segundos

Identificando a localização dos databases do Exchange via PowerShell

Olá pessoal,

Deixo uma dica rápida para quem administra servidores Exchange Server. Estive em um cliente com Exchange 2010 e não havia documentação a respeito da localização dos databases. Como identificar o path via Power Shell?

Execute o Exchange Management Shell e em seguida o comando abaixo.

Get-MailboxDatabase -Status | select edbfilepath

exchangepsdatabases2

Video – Acessando remotamente Mac OS através do Windows

Olá pessoal,

Já precisou realizar o acesso remoto a uma máquina com Mac OS a partir de uma outra que esteja com Windows? O procedimento é bem simples e rápido. Vejam abaixo no vídeo que eu gravei.

Backup de máquinas Windows com o Veeam Endpoint Backup FREE 1.5

Olá pessoal,

Quem acompanha a minha carreira, o meu trabalho, sabe que sempre atuei em ambientes de missão crítica, empresas grandes, datacenters enormes e sempre me questionei quanto à falta de opções/empresas/consultoria para o mercado de micro e pequenas empresas no Brasil. Devido a isso, já fazem alguns anos, eu venho atuando junto à este mercado chamado PME, desenvolvendo soluções e projetos, baseados na minha experiência no mercado de empresas de grande porte, mas com soluções realmente profissionais, adequadas e específicas para aquela empresa, seja de qual tamanho for, ou para aquele profissional liberal que depende do computador para trabalhar e desenvolver o seu negócio.

Pois bem, dentro desse pensamento, um dos principais itens, se não for o principal, que o Consultor de TI deve se atentar ao iniciar o atendimento a este tipo de cliente é a questão do backup e restauração de dados. Muitas das vezes a micro empresa possui apenas um computador e não duvidem, se trata de um cenário bastante comum, ainda mais com a proliferação de empresas do tipo Micro Empreendedor Individual (MEI). Muito provavelmente neste computador está a empresa como um todo, e-mails, arquivos, algum sistema de apoio, enfim, está tudo ali e perder esse equipamento seria uma catástrofe para este cliente.

Veeam Endpoint Backup 1.5 é uma solução simples porém completa, robusta, confiável e de fácil utilização e que vem auxiliar o consultor de ti neste tipo de cenário, não somente para micro e pequenas empresas bem como para clientes domésticos. Na minha opinião é uma solução indispensável para todo técnico, analista e consultor de TI e que pode ser uma grande oportunidade de negócio, pois você pode automatizar os backups e receber os e-mails de alerta a cada backup feito.

Querem saber o valor da ferramenta? Grátis! Sim, isso mesmo. A Veeam disponibiliza esta ferramenta gratuitamente.

veeamlogo

Neste post eu vou descrever o passo a passo da instalação, configuração e execução do backup de um desktop com Windows 10 utilizando o Veeam Endpoint Backup 1.5.

Cenários de utilização

  • Computadores e notebooks domésticos
  • Computadores e notebooks de profissionais liberais e pequenas empresas
  • Servidores em pequenas empresas

Requisitos de sistema para instalação 

CPU: Processador x86/x64
Memória: 2 GB de RAM
Disco rígido:150 MB de espaço livre em disco para a instalação do produto
SO: Versões de 32 e 64 bits de:
• Microsoft Windows 7 SP1 ou mais recente
• Microsoft Windows Server 2008 R2 SP1 ou mais recente

Modo de operação

Podemos agendar backups automáticos do sistema inteiro ou de pastas e volumes específicos baseados na necessidade. Também é possível executar backups completos autônomos de forma manual e pontual.

Os backups criados com o Veeam Endpoint Backup FREE podem ser salvos em um dos seguintes locais:

 

 

veeamendpointwindowsfree

Instalação

Primeiro, acesse o site do produto e faça o download. Descompacte o arquivo abaixado e execute o VeeamEndpointBackup_1.5.0.306

Abaixo vou demonstrar a sequência de instalação. Nesta primeira tela clique em “I agree..” e em Install

veeamendpointwindowsfree1

Na tela seguinte, o instalador já identifica que existe um drive USB conectado ao PC, no meu caso, um HD externo  SAMSUNG de 1 TB. Cuidado pois podem estar conectados HDs externos, pen drives e ou cartões de memória que se forem selecionados serão formatados. Muita atenção quanto a isso. O ideal é selecionar o local onde o backup será armazenado após a instalação ter sido finalizada, então clique em “Skip this…” e em Next.

VeeamEndpointWindowsFree2.png

Aguarde o processo de instalação e se tudo correr bem a tela abaixo será exibida. Agora precisamos criar uma mídia de recuperação do computador, que será utilizada para iniciar o PC no caso do Windows estar inoperante e ser necessária restauração de todo o sistema. Neste caso, eu vou utilizar o próprio HD externo de 1 TB onde o backup será armazenado como mídia de recuperação. Clique em “Run Veeam Recovery Media creation wizard” e em Finish.

VeeamEndpointWindowsFree3.png

Em Create Recovery Media, selecione o dispositivo que será configurado como mídia de recuperação. No meu caso, o HD externo de 1 TB (Unidade D:\) e clique em Next.

veeamendpointwindowsfree4

Será exibida a confirmação que o disco USB será formatado. Clique em Yes para prosseguir.

veeamendpointwindowsfree5

Em Ready to Apply, confirme que o disco USB correto está selecionado e clique em Create.

veeamendpointwindowsfree6

Aguarde o progresso de criação da mídia e clique em Finish.

veeamendpointwindowsfree7

Configuração do Backup

O Veeam Endpoint já está instalado e a mídia de recuperação criada, agora vamos configurar o backup do computador. Com o aplicativo aberto, clique em Configure Backup.

veeamendpointwindowsfree8

 

Em Backup Mode, três opções, Entire computer, ou seja o computador inteiro, que a própria ferramenta recomenda, Volume level backup, onde podemos selecionar um volume especifico (C:\, D:\, E:\…) e File level backup onde pastas e arquivos podem ser selecionados individualmente para backup. Após selecionar clique em Next. Neste exemplo selecionei a primeira opção.

veeamendpointwindowsfree9

Em Destination, defina onde o backup do computador será armazenado, as opções são Local storage (disco local), Shared folder (pasta compartilhada na rede) ou Veeam Backup & Replication repository, sendo que nesta última opção, esta solução deve estar implementada e o computador cujo backup está sendo configurado deve estar no mesmo segmento de rede que o servidor que mantém o repositório. Selecione uma das três opções e clique em Next. No meu exemplo, selecionei a primeira opção pois separei um HD de 1 TB citado anteriormente para isso.

VeeamEndpointWindowsFree10.png

Em Local Storage, selecione a unidade e o diretório onde o backup será armazenado. Note que o HD externo que eu havia selecionado foi formatado e está agora com uma unidade VEEAMRE (D:\) que é bootavel e a unidade F, para onde o backup será configurado. Será criado o diretório F:\VeeamBackup\. Após definir a unidade clique em Next.

veeamendpointwindowsfree12

veeamendpointwindowsfree11

Em Schedule, defina a periodicidade do Backup e também as configurações de evento e tempo de backup. Após isso clique em Save.

veeamendpointwindowsfree13

Em Summary, verifique as configurações definidas ao longo do wizard e clique em Finish. Por padrão, a opção “Run the job when I click Finish” vem marcada o que significa que o Backup será iniciado assim que o wizard for finalizado.

veeamendpointwindowsfree14

Backup sendo inicializado. Aguarde todo o processo.

veeamendpointwindowsfree15

Backup finalizado. O interessante é que depois que um backup completo inicial for concluído, o Veeam Endpoint Backup FREE realiza backups incrementais, copiando apenas os dados novos ou modificados desde o último backup realizado. Além disso com a a deduplicação e compactação integradas, o backup será otimizado tanto no tempo quanto na questão do espaço em disco.

veeamendpointwindowsfree16

Restauração de dados

Para restauração de dados a partir do Windows basta clicar no job de backup, por exemplo, na tela acima, clique em 1 hour ago e será exibida a tela abaixo. Em Restore point details, são exibidas as informações sobre o job e temos duas opções, Restore Files, para recuperação de arquivos e pastas individuais e Restore Volumes, para recuperação de unidade como C:\, D:\ e assim por diante. Selecione uma das duas opções e siga adiante.

veeamendpointwindowsfree17

Caso seja necessária a restauração completa do computador será necessário efetuar o boot através da mídia de recuperação. Este procedimento eu abordarei em um futuro próximo.

Kaspersky Lab descobre como desbloquear arquivos criptografados pelas novas versões do ransomware CryptXXX

Olá pessoal,

compartilho com vocês o release que recebi a respeito de um anúncio importante da Kaspersky, principalmente para nós que atuamos como consultores em empresas e clientes finais. Vejam abaixo:

Após o lançamento de ferramentas de descriptografia para duas variações do ransomware CryptXXX, no primeiro semestre de 2016, a Kaspersky Lab libera um novo descriptografador de arquivos bloqueados pela mais recente versão do malware. Desde abril de 2016, esse programa malicioso foi capaz de infectar milhares de computadores em todo o mundo, e era impossível descriptografar integralmente os arquivos afetados por ele. Mas agora não é mais assim.

A ferramenta gratuita RannohDecryptor consegue descriptografar a maioria dos arquivos com extensão .crypt, .cryp1 e .crypz.

O CryptXXX representa uma das famílias de ransomware mais perigosas e distribuídas ativamente: os criminosos usaram os kits de exploits Angler e Neutrino por um longo período para infectar as vítimas com esse malware. Esses dois kits foram considerados dos mais eficientes em termos de infecção bem-sucedida dos alvos.

Desde abril de 2016, os produtos da Kaspersky Lab registraram ataques do CryptXXX contra pelo menos 80.000 usuários no mundo inteiro. Mais da metade deles estão localizados em apenas seis países: EUA, Rússia, Alemanha, Japão, Índia e Canadá.

kasperskyransomware
Porém, esses dados representam apenas os usuários protegidos pelas tecnologias de detecção da Kaspersky Lab. Infelizmente, o número total de usuários afetados é muito maior. Não se sabe o número exato, mas os especialistas da Kaspersky Lab estimam que pode haver centenas de milhares de usuários infectados.

Nossa recomendação regular para as vítimas de diferentes famílias de ransomware é: mesmo que não haja ainda uma ferramenta de descriptografia disponível para a versão do malware que criptografou seus arquivos, não pague o resgate para os criminosos. Salve os arquivos corrompidos e tenha paciência; há uma grande probabilidade de surgir uma ferramenta de descriptografia em breve. O caso do CryptXXX v.3 é uma demonstração disso. Vários especialistas em segurança do mundo todo trabalham incessantemente para conseguir ajudar as vítimas do ransomware. Mais cedo ou mais tarde, será encontrada uma solução para a grande maioria dos ransomware”, declara Anton Ivanov, especialista em segurança da Kaspersky Lab.

Saiba mais sobre ransomware em Securelist.com.

noransom

A ferramenta de descriptografia pode ser baixada no site da Kaspersky Lab e em Nomoreransom.org – o site da organização sem fins lucrativos lançado este ano pela National High Tech Crime Unit da polícia dos Países Baixos, o European Cybercrime Centre da Europol e duas empresas de segurança de computadores, a Kaspersky Lab e a Intel Security, com o objetivo de ajudar vítimas de ransomware a recuperar seus dados criptografados sem precisar remunerar os criminosos. A batalha internacional contra o ransomware continua avançando, com a entrada de mais de 30 novos parceiros dos setores público e privado no projeto No More Ransom.

Exportar informações das impressoras no Windows utilizando PowerShell

Olá pessoal,

Eu tive uma necessidade em um cliente de obter as informações referentes às impressoras configuradas nas estações de trabalho com Windows. Utilizando o PowerShell, podemos obter essa informação de uma forma simples e ainda gerar um arquivo *.csv para documentação utilizando a sintaxe abaixo:

Get-Printer | select Name, DriverName, PortName

powershellprinters

Para gerar o arquivo *.csv para documentar as impressoras execute:

Get-Printer | select Name, DriverName, PortName | Export-Csv Impressoras.csv -NoTypeInformation

Para facilitar, salve a sintaxe em um arquivo (ex: impressoras.ps1) e guarde o script.

Turbonomic – Template gratuito para IT Budget

Olá pessoal,

A Turbonomic, uma das empresas parceiras deste blog, disponibilizou alguns templates gratuitos em Excel para a organização e cálculo do seu orçamento de TI de uma forma simples e intuitiva. Você também pode auxiliar os seus clientes na difícil tarefa de montar seus respectivos orçamentos para 2017. Este é o momento!

Clique aqui para maiores informações e download.

turbonomicexcel