Windows Server – Verificando a versão do schema do Active Directory

Olá pessoal,

Como eu sempre falo em minhas palestras e eventos, apesar de vivermos uma explosão de incentivos, ofertas e conteúdos voltados para os serviços em nuvem, o mundo on premise, ou seja a infraestrutura local, interna nas empresas segue demandando e exigindo muitos dos profissionais e consultores de TI.

Com o fim do suporte ao Windows Server 2008 R2 por parte da Microsoft em 14 de janeiro de 2020 as empresas já estão se movimentando para atualizar seus ambientes. Vejo grandes oportunidades de negócio, inclusive no ano passado eu publiquei um vídeo sobre.

Sem dúvida já existe uma demanda enorme para migração de ambientes Active Directory baseados no Windows Server 2008 R2 e em momentos de migração ou upgrade é necessário saber a versão do schema de forma a fazer o planejamento adequado da versão correta do Windows Server a ser instalada.

Vejam abaixo a relação de sistemas operacionais e suas respectivas versões do AD.

AD_SCHEMA_VERSOES

Mas como fazer para identificar a versão do schema do AD do seu ambiente? Vou listar 3 maneiras abaixo:

1 – Através do Registro (regedit) do Windows, navegando em Computer\HKEY_LOCAL_MACHINE\SYSTEM\CurrentControlSet\services\NTDS\Parameters e verifique a entrada Schema Version, no exemplo abaixo versão 47, ou seja, Windows Server 2008 R2.

AD_SCHEMA_VERSOES_REGEDIT

2 – Via CMD, utilizando o comando dsquery, substitua “nomedominio” e “corp” pelo nome do domínio a ser pesquisado:

dsquery * cn=schema,cn=configuration,dc=nomedominio,dc=corp -scope base -attr objectVersion

3 – Via PowerShell:

Get-ADObject (Get-ADRootDSE).schemaNamingContext -Property objectVersion

Espero ter ajudado! Boas migrações!

GAB 2019 – Material da apresentação sobre Azure File Share

Olá pessoal,

conforme prometido eu compartilho com vocês o material sobre Azure File Share que eu utilizei na apresentação que eu fiz no Global Azure Bootcamp em Uberlândia/MG no último dia 27/04.

Aos que participaram, eu espero que tenham gostado e saibam que eu caso de dúvidas eu estou à disposição, podem entrar em contato.

Então, divulguem, compartilhem e bons estudos!

Global Azure Bootcamp 2019 em Uberlândia foi fantástico!

Olá pessoal,

no ultimo dia 27/04, eu tive a oportunidade de ser um dos palestrantes da edição em Uberlândia/MG do Global Azure Bootcamp 2019, que foi realizado no Senac Uberlândia e que contou com uma boa presença de publico, palestras com conteúdos bem interessantes e bastante networking.

Parabéns ao amigo Bruno Maestro pela organização de mais um evento e aos demais palestrantes que vieram de Brasilia especialmente para participar do evento.

Aproveito para agradecer a todos os que compareceram ao evento e que em 2020 possamos ter a oportunidade de fazer novamente.

Abaixo eu compartilho algumas fotos do evento.

Até a próxima!

Falha ao acessar compartilhamento no NAS D-Link via Windows 10

Olá pessoal,

Um cliente entrou em contato informando que o mapeamento de rede existente em PC estava indisponível. Acessei o cliente e ao tentar acionar o compartilhamento para reconfigurar o mapeamento a mensagem de erro abaixo era exibida:

WIN10_SMB1

O mapeamento de rede estava criado em um PC com Windows 10 Pro e o compartilhamento é disponibilizado através de um dispositivo de armazenamento NAS da D-link que por sua vez suporta apenas o obsoleto protocolo de compartilhamento SMB1 que vem desabilitado por padrão no Windows 10.

Pois bem, o protocolo foi ativado, o PC reiniciado e o mapeamento refeito.

Para ativar o protocolo, acesse Painel de Controle\Programas\Programas e Recursos e clique em Ativar ou desativar recursos do Windows. Após isso selecione a opção Suporte para compartilhamento de Arquivos SMB 1.0/CIFS e marque as opções abaixo desta categoria conforme imagem abaixo. Após isso reinicie o PC.

WIN10_SMB2

Até a próxima!

Feliz ano novo!

Happy_New_Year_2019

Amigos e amigas,

2018 chegou ao fim e como em todos os anos venho por meio deste post agradecer a todo o apoio ao meu trabalho e às atividades que realizo através deste blog e outras mídias.

Eu espero que em 2019, vocês e suas famílias tenham principalmente muita saúde, que seja uma no repleto de realizações e que possamos seguir juntos, ensinando, aprendendo e compartilhando conhecimento buscando sempre o aprimoramento como pessoa e profissional.

Aproveito para agradecer às empresas Altaro, Veeam e Vembu que são parceiras deste blog e que me auxiliam na manutenção deste blog.

Eu agradeço tambèm às empresas Veeam e VMWare por reconhecerem minhas atividades e meu trabalho por mais um ano me concedendo a participaçã em seus reespectivos programas de influenciadores.

Um forte abraço e nos vemos em 2019!

Paulo Roberto Sant´anna Cardoso

WSUS Setup Not Completed! Error 0x80070643

Olá pessoal,

Um cliente solicitou uma instalação de WSUS e disponibilizou um servidor Windows Server 2008 R2 para esta demanda. Pois bem, ativei a role, iniciei o setup e ocorreu o erro 0x80070643 impedindo o término do processo.

WSUSSetup1

Verificando o arquivo de log descrito acima identifiquei que o erro acontecia durante o setup do Windows Internal Database.

WSUSSetup2.png

Levantei o histórico da máquina em questão e descobri já havia sido feita uma instalação anterior, ou seja, o Windows Internal Database não foi removido corretamente. Para remover abra um prompt de comando e execute:

  • Em sistemas 32-bits: msiexec /x {CEB5780F-1A70-44A9-850F-DE6C4F6AA8FB} callerid=ocsetup.exe
  • Em sistemas 64-bits: msiexec /x {BDD79957-5801-4A2D-B09E-852E7FA64D01} callerid=ocsetup.exe

Além disso, desinstale se houver alguma versão do .NET Framework 4.6 ou superior.

Após realizar os procedimentos acima, reinicie o servidor e habilite a role do WSUS que desta vez ocorrerá com sucesso.

VMWare ESXi 6.0 – Placa de rede em VM Linux renomeada de eth0 para eth1 após troca de host

Olá pessoal,

um cliente com ambiente de virtualização baseado no VMware ESXi 6.0 passou por um incidente em um dos seus hosts e precisou reapresentar uma máquina virtual ao Inventário, desta vez associando esta vm a outro host.

Pois bem, o sistema operacional (Oracle Linux Server 6.9) da máquina virtual iniciou normalmente porém sem conectividade no ip destinado a este servidor. Acessei o servidor e verifiquei que a interface que anteriormente era “eth0” , passou a ser “eth1” e estava funcionando porém com outro endereço ip, atribuído via DHCP.

Sigam os passos abaixo para corrigir este problema e retornar com a interface original “eth0”:

Verifique via comando ifconfig no terminal o Mac Address da nova interface criada (eth1).

Faça uma cópia de segurança do arquivo de configuração da placa eth0 (/etc/sysconfig/networking-scripts/ifcfg-eth0) e em seguida edite o arquivo substituindo o Mac Address pelo exibido na interface eth1 no passo anterior, executando os comandos:

  • # cd /etc/sysconfig/networking-scripts                                                                             
  • # cp ifcfg-eth0 /root/                                                                                                               
  • # vi /etc/sysconfig/networking-scripts/ifcfg-eth0 (Editem a linha HWADDR no arquivo)                                                                                                                       

Faça uma cópia do arquivo 70-persistent-net.rules, em seguida delete o original e depois reinicie o servidor, utilizando os comandos abaixo:

  • # cd /etc/udev/rules.d
  • # cp 70-persistent-net.rules /root/
  • # rm 70-persistent-net.rules
  • # reboot

Após o reboot o servidor estará novamente com a interface de rede “eth0” com as configurações originais (com exceção do Mac Address), ativa e com conectividade.

Verificando a distribuição e versão do Linux via ssh

Olá pessoal,

Passei pela seguinte situação que compartilho com vocês. Acessei um servidor Linux remotamente via ssh e precisava saber a distribuição e versão (release) para poder realizar uma instalação correta de um agente.

Para obter o versionamento digite no shell:

cat /etc/*-release

Vejam abaixo o detalhamento do sistema operacional instalado neste servidor remoto:

Linux_Version

Espero ter ajudado! Bom trabalho para todos!

Hyper-V – PowerShell para obtenção de informações dos Volumes CSV

Olá pessoal,

WindowsPowerShellHoje eu deixo para vocês um script bastante útil que eu sempre utilizo para obter informações a respeito dos Volumes CSV (Cluster Shared Volume) apresentados aos clusters Hyper-V dos meus clientes e para enriquecer a documentação dos mesmos.

Com esse script você vai ter dados como Nome do CSV, Path, Tamanho, Espaço Livre, Espaço Ocupado e Porcentagem de espaço Livre. Vejam abaixo:

HyperVCsv

Copie o código abaixo, salve com a extensão *.ps1 (Exemplo: HyperV_CSVs.ps1) e executem em seus clientes.

Import-Module FailoverClusters

$objs = @()

$csvs = Get-ClusterSharedVolume
foreach ( $csv in $csvs )
{
$csvinfos = $csv | select -Property Name -ExpandProperty SharedVolumeInfo
foreach ( $csvinfo in $csvinfos )
{
$obj = New-Object PSObject -Property @{
Name = $csv.Name
Path = $csvinfo.FriendlyVolumeName
Size = $csvinfo.Partition.Size
FreeSpace = $csvinfo.Partition.FreeSpace
UsedSpace = $csvinfo.Partition.UsedSpace
PercentFree = $csvinfo.Partition.PercentFree
}
$objs += $obj
}
}

$objs | ft -auto Name,Path,@{ Label = “Size(GB)” ; Expression = { “{0:N2}” -f ($_.Size/1024/1024/1024) } },@{ Label = “FreeSpace(GB)” ; Expression = { “{0:N2}” -f ($_.FreeSpace/1024/1024/1024) } },@{ Label = “UsedSpace(GB)” ; Expression = { “{0:N2}” -f ($_.UsedSpace/1024/1024/1024) } },@{ Label = “PercentFree” ; Expression = { “{0:N2}” -f ($_.PercentFree) } }

Até a próxima!

Problemas na desinstalação do Avast Antivírus

Olá pessoal,

Recentemente tive problemas na desinstalação do antivírus Avast em um PC com Windows de um cliente, através do método tradicional via painel de controle e não funcionou. Sabemos que existem diversas ferramentas para desinstalação de softwares, como por exemplo, o IObit Uninstaller ou Revo Uninstaller, porém o interessante é que a própria Avast disponibiliza uma ferramenta de desinstalação chamada avastclear.

avastclear

Fiz a tentativa nesta máquina que eu citei e funcionou bem, removeu o antivírus e apesar da ferramenta recomendar, não fiz via modo de segurança, pois estava acessando de forma remota. A utilização é muito simples e fica a dica de mais uma ferramenta bastante útil para todos os técnicos, analistas e consultores que acompanham este blog.

Aproveitem!

Maiores informações e download, clique aqui.