Desativando definitivamente a assistente Cortana no Windows 10 via Registro

Olá pessoal,

A Cortana, assistente virtual inteligente, desenvolvida pela Microsoft, vem instalada por padrão no Windows 10. Com a Cortana é possível, por exemplo, realizar as tarefas abaixo:

  • Gerenciar seu calendário e manter sua agenda atualizada.
  • Participar de uma reunião no Microsoft Teams ou descobrir com quem será a sua próxima reunião.
  • Criar e gerenciar listas.
  • Configurar alarmes e lembretes.
  • Localizar dados, definições e informações.
  • Abrir aplicativos no computador.

Caso você opte por não utilizar a Cortana, podemos desabilitar a mesma, até mesmo para otimizar recursos do sistema. Segue abaixo o procedimento para desativar de forma definitiva a assistente via Registro do Windows.

Primeiro pressione Win+R no seu teclado. Em executar digite regedit e cliquem em OK.

Cortana01

Navegue até HKEY_LOCAL_MACHINE\SOFTWARE\Policies\Microsoft\Windows

Cortana02

Agora clique com o Botão direito em Windows, Novo e depois Chave. Coloque o nome Windows Search.

Clique com o Botão Direito em Windows Search, Novo e depois Valor DWORD (32 bits). Coloque o nome AllowCortana

Vamos desligar o Cortana clicando duas vezes em AllowCortana e definindo o valor para 0.

Cortana03

Reinicie o computador e a Cortana estará desativada. Para reativar, basta mudar o valor de AllowCortana para 1 ou simplesmente apagar a chave Windows Search criada neste procedimento.

Essa dica pode ser útil tanto para os que não querem utilizar este recurso bem como aqueles que possuem equipamentos com recursos de hardware limitados e precisam de mais performance.

Até a próxima!

Diário de Uberlândia – Coluna Mundo Tech – Trabalho remoto pode salvar mercado de computadores e notebooks – 30/05/2020

Olá pessoal,

Na coluna Mundo Tech publicada no último sábado (30/05) no Jornal Diário de Uberlândia, eu escrevi sobre o crescimento das vendas de computadores e notebooks  devido ao trabalho e estudo remoto adotados durante a pandemia do Covid-19. Com mais equipamentos vendidos, mais oportunidades para profissionais de suporte técnico de TI. Leiam e comentem!

MUNDO_TECH_30052020

Até a próxima!

Gerenciamento de pacotes no Windows com Chocolatey

CHOCOLATEY

Olá pessoal,

Poder automatizar tarefas, simplificando a instalação e distribuição de softwares é o que todos queremos certo? Imaginem a possibilidade de redução do esforço e a repetição na preparação e entrega e gerência de aplicativos em desktops e servidores com Windows. Como podemos fazer isso de uma forma fácil? Através de politicas de grupo (GPOs) ou softwares de terceiros?

Não!

Como fazer então? Utilizando o Chocolatey (https://chocolatey.org/)

Mas o que seria o Chocolatey?

Um poderoso e simples gerenciador de pacotes, utilizado via Powershell e baseado nas novas técnicas de automação (DevOps), trazendo para o Windows uma experiência similar aos gerenciadores baseados em Linux.

Basicamente com o Chocolatey podemos automatizar a instalação de aplicativos através de pacotes tanto para um único computador em larga escala para vários servidores, de uma forma MUITO simples e rápida. Todos o quanto é custoso realizar instalações de software de forma tradicional.

O segredo está nos pacotes. A partir do momento que temos um gerenciador, a instalação de aplicativos se torna bem mais fácil.

Como funciona?

O próprio Chocolatey possui seu repositório de pacotes, com muitos aplicativos já testados neste formato. Neste momento são mais de 7000 pacotes disponíveis. Também é possível criar um repositório na sua rede interna, onde todos os pacotes serão baixados e as instalações serão ainda mais rápidas.

O Chocolatey é gratuito?

Existe a versão OpenSource, gratuita, que no meu entender atende na maioria dos casos, porém também existem versões pagas, com foco mais corporativo e com suporte. ASs diferenças entre as versões podem ser verificadas aqui.

Em quais versões do Windows o Chocolatey funciona? Quais os requisitos?

Windows Client – do Windows 7 em diante
Windows Server – Windows 2003 em diante, exceto o  Windows Nano Server
Windows PowerShell v2 ou mais atual
.NET Framework 4.x

Como instalar o Chocolatey?

Abra uma sessão do PowerShell como Administrador e execute o comando abaixo:

Set-ExecutionPolicy Bypass -Scope Process -Force; [System.Net.ServicePointManager]::SecurityProtocol = [System.Net.ServicePointManager]::SecurityProtocol -bor 3072; iex ((New-Object System.Net.WebClient).DownloadString(‘https://chocolatey.org/install.ps1’))

CHOCOLATEY2

Este comando da um Bypass na necessidade de habilitar a execução de scripts no PowerShell.

Se a instalação ocorrer com sucesso podemos já instalar pacotes.

Como instalar pacotes?

Primeiramente habilite a execução de scripts PowerShell na máquina. Para isso com o Powershell aberto, execute:

Set-ExecutionPolicy Unrestricted

Agora já podemos instalar o pacote que quisermos, como por exemplo, o novo navegador Edge, da Microsoft. Para isso vamos executar no PowerShell:

choco install microsoft-edge -y
Chocolatey_3

Muito simples, certo?

Mas e agora?

Faça a instalação e a automatização dos aplicativos que quiser via pacotes. Instale os navegadores Google Chrome ou Firefox, o VLC Player para assistir vídeos, o Adobe Reader, o 7-zip e assim por diante. Você pode automatizar, por exemplo, um pós instalação de desktops e servidores Windows. Verifique dentre os mais de 7000 pacotes disponíveis quais são necessários para você, sua empresa e seu cliente. Então, tenham boas instalações!

Diário de Uberlândia – Coluna Mundo Tech – Tecnologia permitirá monitorar Covid-19 via celular – 23/05/2020

Olá pessoal,

Na coluna Mundo Tech publicada no último sábado (23/05) no Jornal Diário de Uberlândia, eu escrevi sobre a parceria histórica entre Apple e Google que vai permitir que os governos possam criar aplicativos para identificação de pessoas que já foram infectadas pelo Covid-19. Muito interessante,  vale a leitura!

MUNDO_TECH_23052020Até a próxima!

Definindo a senha de root no Ubuntu Server 20.04 LTS

Olá pessoal,

nesta semana precisei instalar uma máquina virtual com sistema operacional Ubuntu Server 20.04 LTS. Por padrão o usuário root é criado sem senha. Para definir uma senha para o usuário root vamos executar os comandos abaixo no terminal.

sudo su

em seguida digite:

passwd

Digite a senha e a confirme a nova senha.

UBUNTU_SENHA_ROOT

Pronto, senha do usuário definida!

Até a próxima!

Diário de Uberlândia – Coluna Mundo Tech – Gastos com Cloud Computing aumentam 34% em todo o mundo – 16/05/2020

Olá pessoal,

Na coluna Mundo Tech publicada hoje no Jornal Diário de Uberlândia, eu escrevi sobre o aumento de 34% nos gastos com Cloud Computing em todo o mundo. Muitas oportunidades para nós, profissionais de TI.

MUNDO_TECH_16052020_125

Até a próxima!

Bate-papo Gamer com o Luiz Miguel Gianeli, organizador do livro “Muito Além dos Videogames 3”

Olá pessoal,

nesta semana eu tive o prazer de conversar com o amigo Luiz Miguel Gianeli, escritor e organizador do livro “Muito Além dos Videogames 3”, uma coletânea de 69 crônicas gamers em 182 páginas, que eu tive o prazer de participar. Conheçam e prestigiem mais um belo projeto retrogamer!

Para comprar o e-book Kindle clique aqui

Para a comprar a versão impressa clique aqui

Diário de Uberlândia – Coluna Mundo Tech – Certificações em Segurança da Informação – 09/05/2020

Na coluna Mundo Tech publicada no último sábado no Jornal Diário de Uberlândia, eu escrevi sobre algumas opções de certificações técnicas na área da Segurança da Informação. 

Vejam a coluna online em https://diariodeuberlandia.com.br/coluna/4347/certificacoes-na-area-de-seguranca-da-informacao

Até a próxima!

MUNDO_TECH_09052020

Bate-Papo Tech com Eduardo Cidade (Instituto de Soluções)

Na última sexta-feira, eu bati um papo muito legal com o Eduardo M. Cidade sobre suporte em TI, Treinamento em plataforma Apple e a respeito do Instituto de Soluções mantido por ele e seus sócios. Confiram a conversa e conheçam mais sobre esse projeto interessante! Obrigado Eduardo! Sucesso!

 

Identificando o tipo de disco no Windows e no Mac via linha de comando

Olá pessoal,

você já recebeu um equipamento para manutenção e precisa saber se o disco instalado na máquina é um HD convencional ou SSD? Sim, existem diversas ferramentas gráficas que podem fazer esse tipo de consulta, mas como obter essa informação via linha de comando sem a necessidade de instalar qualquer programa de terceiros?

Vou demonstrar como fazer no Windows e no macOS.

No Windows:

Abra o Powershell e execute o comando Get-PhysicalDisk

WINDOWS_SSD_POWERSHELL_3

Para o obter as informações de forma mais resumida, execute Get-PhysicalDisk | Select FriendlyName, MediaType

WINDOWS_SSD_POWERSHELL_4

No macOS:

Abra o Terminal e execute o comando diskutil info disk0 (considerando que tem apenas um disco em seu Mac. Se houverem mais basta mudar a numeração, 1, 2 e assim por diante.

MAC_SSD_TERMINAL_2

Até a próxima!

Conectando em um banco de dados Firebird via Linha de comando usando ISQL

Olá pessoal,

fui acionado por um cliente hoje devido ao sistema da empresa dele estar inoperante. Ambiente totalmente legado com servidor Windows Server 2008 R2, sistema antigo, com arquitetura ultrapassada, desenvolvido em Delphi com banco de dados Firebird 2.5. Sistema e banco armazenados no mesmo servidor.

Eu precisava acessar o banco para verificar a existência de uma tabela específica. Então como proceder?

Simples, utilizando o ISQL, ferramenta baseada em linha de comandos, que vem nativamente com a instalação padrão do Firebird.

Execute o ISQL em “C:\Program Files (x86)\Firebird\Firebird_2_5\bin\isql.exe” -z

Para conectar ao banco utilize a sintaxe abaixo:

CONNECT  ‘Caminho_da_base’ user ‘USUÁRIO’ password ‘SENHA’;

Então vejam o comando abaixo como exemplo:

CONNECT ‘D:\dados\Corporativo\SISTEMA\Database\SISTEMA.GDB’ user ‘SYSDBA’ password ‘masterkey’;

Se as informações estiverem corretas, a conexão ao banco será realizada conforme a tela abaixo. Na última linha, em Database, será exibido o caminho do banco cuja conexão foi realizada.  A partir daí você pode executar as tarefas necessárias na base de dados.

ISQL_FIREBIRD

Até a próxima!

Veeam On 2020 online e gratuito – 17 e 18 de Junho

VeeamOn2020Novo

Olá pessoal,

Devido à toda essa situação da pandemia  do coronavírus em todo o mundo, o VeeamON 2020, conferência anual da Veeam que seria realizada presencialmente em Las Vegas, será totalmente online, durante os dias 17 e 18 de junho e sem custos!

Sim, o evento será GRATUITO! As inscrições estão abertas e podem ser feitas em https://www.veeam.com/veeamon

Serão dois dias de muito aprendizado, com mais de 30 sessões ao vivo. Oportunidade única para conhecer mais sobre as novidades que a Veeam está trazendo ao mercado. O conteúdo do evento será o mesmo que seria apresentado no formato presencial, portanto não percam! Eu tive a oportunidade de participar de duas edições, em 2017 e 2019 e foi simplesmente fantástico. Uma experiencia incrível e que eu espero repetir presencialmente em 2021.

Vejam abaixo o vídeo promocional do evento já no novo formato, online.

 

Locos por PC Futbol #5 – Entrevista con Jaimixx (insertcoinclasicos.com)

Locos por PC Futbol #5

En la primera entrevista del año con jugadores y entusiastas de PC Futbol, ​​hablé con Jamixx, responsable del portal (http://www.insertcoinclasicos.com/) y canal de YouTube Insert Coin, que hace un trabajo increíble al hablar y revisar juegos antiguos para videojuegos y computadoras, que han tenido éxito en el pasado , incluido PC Futbol.

Antes que nada, le agradezco por aceptar participar en esta entrevista. Cuéntanos un poco sobre ti y tu carrera profesional.

Actualmente vivo en Granada y me dedico a la Consultoría SAP, trabajo que intento compatibilizar com mis aficiones, principalmente la música y los videojuegos, centrándome en el mundo retro en busca de contenido para Insert Coin

¿Cómo comenzó tu pasión por el fútbol?

Mi plena afición al fútbol coincide com la temporada 92/93 en la que el Real Club Deportivo de la Coruña fue el equipo revelación quedando terceiro, plantándole cara a los todo-poderosos Barcelona y Real Madrid; y comenzando sus años más gloriosos, quedando ya como el equipo que sigo principalmente hoy en día.

¿Alguna vez probaste una carrera futbolística? ¿Jugaste en un club?

Nada importante, mi afición principal con el fútbol se queda como espectador con la salvedad de algún partido de fútbol sala como portero.

¿Cuál fue el primer videojuego de fútbol que jugaste? ¿Cómo se enteró de PC Futbol?

El primer videojuego que probé fue el 2.0, aunque en su momento no tenía aún numeración. Tuve conocimiento del mismo a través de las revistas especializadas de la época donde empezaron a aparecer sus anúncios. En mi grupo de amigos estábamos muy emocionados com este lanzamiento, ya que em aquella época era raro no solo encontrar algún videojuego basado em la liga española, sino simplemente un videojuego que contuviera a equipos españoles. Múltiples eran las tardes en las que nos hacíamos una liga mánager completa entre vários. A partir de ahí fui fiel a la cita de PC Fútbol cada año hasta la versión 2001.

¿Cuál es tu versión favorita de PC Futbol?

Desde el punto de vista objetivo, creo que la mejor versión de PC Fútbol es la 5.0. Esa entrega consiguió lo que es tan difícil en el mundo de los videojuegos: el equilíbrio. El nível de profundidad del juego era mayor que en versiones anteriores pero no se fue de las manos como a partir del 7 donde se iba acercando peligrósamente a la saga Football Manager. Además, su simulador con sprites 2Ds en un entorno tridimensional dieron la versión más digna en este aspecto. Por essas mismas razones, el 6.0 estaría a una altura similar.

Pero si tomamos un punto de vista más personal, la edición que guardo en mi corazón es la 4.0, con la que estrené mi flamante Pentium 100 y a la que le eché una cantidad obscena de horas de juego.

Jaimixx

¿Cómo surgió el proyecto Insert Coin?

 Los orígenes de Insert Coin se remontan a agosto de 2006, cuando comenzaba el punto álgido de los blogs. Me animé a empezar el proyecto por la dificultad que había para encontrar en Internet información en castellano sobre videojuegos clásicos. Apenas había blogs de esa temática, los artículos de la wikipedia sobre el tema eran reseñas cortas y la comunidad retro no tenía la frenética actividad que tiene actualmente. Es por eso que Insert Coin en sus primeros años tomó cierta relevancia.

Respecto al canal de YouTube, comenzó como un apoyo del blog, donde subía partidas de títulos que aún no se encontraban por Internet. De hecho, mi primer vídeo también es de agosto de 2006 y era la escena introductoria de la versión en castellano de Loom. Como anécdota, uno de mis vídeos de Sim City fue utilizado en el MOMA de Nueva York para una exposición. No fue hasta diciembre de 2013 cuando empecé con los vídeos comentados y actualmente es mi principal ocupación dentro del proyecto.

¿Cómo eliges los juegos que están cubiertos en Insert Coin y cómo los juegas actualmente? ¿Utiliza hardware y sistemas antiguos o emulación?

Al principio de Insert Coin el critério eran mis recuerdos de los juegos que jugué en la infância y adolescência. Siempre mantuve la norma de que para considerarlo “clásico”, tenía que tener un mínimo de una década de antigüedad. Posteriormente también fui incluyendo peticiones por parte del público y juegos nuevos que he ido descubriendo durante mi documentación.

Aunque cuento con algunos sistemas antiguos, principalmente uso emulación por la facilidade que me supone para la realización de los vídeos.

¿Coleccionas revistas antiguas de videojuegos y computadoras? ¿Sirven de consulta para su trabajo?

No soy un coleccionista activo de revistas clásicas, pero si es cierto que las que leí de pequeno las conservo y les pego un vistazo de vez en cuando para conseguir ideas. Además, cuando estoy investigando sobre algún videojuego, busco en la comunidad revistas escaneadas de la época para poder investigar sobre la influencia que tuvo el título en su momento más allá de la calidad objetiva del juego en sí.

¿Te gustaría una versión 2020/2021 de PC Futbol o preferirías nostalgia por las versiones clásicas del juego?

En vista de los chascos que supusieron la época de Planeta y la posterior versión de dispositivos móviles, hay cosas que es mejor dejarlas como estaban. Además, nos encontramos con un mercado muy saturado y, por ejemplo, la nueva saga FX Fútbol creada por los propios hermanos Ruiz y Carlos Abril, tampoco llegó a triunfar a pesar del componente nostálgico.

Soy más partidario de las actualizaciones de plantillas en versiones clásicas. De hecho, he jugado varias temporadas a PC Fútbol 2001 con las plantillas actualizadas y siempre estoy atento a este tipo de proyectos tanto en PC Fútbol como en PC Básket.

¿Qué podemos esperar de Insert Coin para este año y cómo colaborar con el proyecto?

Voy a seguir centrado en el canal de YouTube aunque sin abandonar nunca el blog. Este año he empezado con fuerza en la búsqueda de protótipos de videojuegos interesantes que nunca llegaron al mercado pero que se les intuía una gran calidad, como es el caso de la versión de Game Boy Color de Radikal Bikers que he subido recentemente.

Por otro lado, siempre estoy abierto a sugerencias, peticiones y colaboraciones de todo tipo. Para ello simplemente hay que ponerse en contacto conmigo a través de Twitter (@Jaimixx) o los comentários tanto del blog como del canal de YouTube.

Diário de Uberlândia – Coluna Mundo Tech – Executando Windows no Mac – 26/01/2020

Olá pessoal,

Você tem um computador ou notebook da Apple e precisa utilizar softwares para Windows? Então leia a  Coluna Mundo Tech  publicada no último dia 26/01 no Jornal Diário de Uberlândia, onde eu falo sobre as opções disponíveis.

Até a próxima!

MUNDO_TECH_26012020

Event ID 5012 – Erro 9026 – Falha na Replicação DFS no Windows Server

Olá pessoal,

fui acionado por cliente que informou que estava tendo problemas na replicação DFS após criar um namespace novo, ou seja, criava arquivos ou pastas em um servidor e não era replicado para o outro. Verifiquei o log de eventos e encontrei o ID 5021, com erro 9026 (conexão inválida) que realmente informava falha de conectividade e consequentemente sincronismo entre os parceiros de um determinado grupo de replicação.

DFS1

Para corrigir este problema, vamos registrar novamente a Replicação do DFS no Provedor WMI e reiniciar o serviço executando os os seguintes passos:

Execute o prompt de comando e acesse o diretório C:\Windows\system32\wbem\
Em seguida,  execute os comandos abaixo na sequência:
mofcomp dfsrprovs.mof
net stop winmgmt
net start winmgmt
net start iphlpsvc
net stop dfsr
net start dfsr

Verifique no Log de Eventos se a Replicação DFS entre os parceiros foi restabelecida. conforme imagem abaixo.

DFS2

Até a próxima!

Diário de Uberlândia – Coluna Mundo Tech –Perdeu arquivos? Opções de programa para tentar recuperar – 19/01/2020

Olá pessoal,

ontem na Coluna Mundo Tech  que eu publico todos os domingos no Jornal Diário de Uberlândia, eu falei sobre opções programas para tentar recuperar dados perdidos. dados em nuvem.

Até a próxima!

MUNDO_TECH_19012020

Diário de Uberlândia – Coluna Mundo Tech – Serviços gratuitos de armazenamento em Nuvem – 12/01/2020

Olá pessoal,

ontem na Coluna Mundo Tech  que eu publico todos os domingos no Jornal Diário de Uberlândia, eu falei sobre opções gratuitas de serviços de armazenamento de dados em nuvem.

Até a próxima!

MUNDO_TECH_12012020

Diário de Uberlândia – Coluna Mundo Tech – Dicas para seu computador encarar 2020 – 05/01/2020

Olá pessoal,

ontem na Coluna Mundo Tech  que eu publico todos os domingos no Jornal Diário de Uberlândia, eu passei algumas dicas para preparar seu computador e encarar o ano de 2020.

Espero que gostem das dicas.

Até a próxima!

MUNDO_TECH_05012020

Definindo as configurações do Windows Update através do sconfig no Windows Server 2016

Olá pessoal,

fui acionado por um cliente que reportou que um servidor Hyper-V baseado no Windows Server 2016 reiniciou bem cedo, pouco antes do inicio do expediente. O Servidor levando bastante tempo para ficar online novamente, com isso as VMs com os sistemas não subiram e o inicio da operação da empresa acabou prejudicado.

Pois bem, eu acessei o servidor e identifiquei no log, através do Evento 1074,  que o próprio sistema realizou a instalação de um service pack e ao final reiniciou o servidor. Vejam abaixo:

Win16Up01

O cliente solicitou que as atualizações não sejam mais feitas de forma automática e sim manualmente, conforme janela a ser definida. Essa configuração poderia ser feita através de uma Política de Grupo (GPO) no Active Directory, porém como se trata de um servidor Standalone, vamos demonstrar como definir esta configuração diretamente na própria máquina, localmente.

Primeiramente abra o PowerShell como Administrador execute o comando sconfig

Após isso, selecione a opção 5, Configurações do Windows Update e defina a opção (M) Manuais. A mensagem abaixo será exibida. Clique em OK.

Win16Up02_nova

Pronto, desta forma as atualizações do Windows Update serão feitas manualmente.

Win16Up03

Até a próxima!

Hyper-V: Shutdown em todas as VMs via PowerShell

Olá pessoal,

WindowsPowerShellDe tempos em tempos eu preciso instalar as atualizações do Windows Update em um host Hyper-V baseado em Windows Server 20126 de um cliente. Antes de iniciar o processo eu desligo as máquinas virtuais (VMs) utilizando um script que eu vou compartilhar aqui com vocês. Com as VMs desligadas eu faço a atualização e em seguida reinicio o Host.

Antes de mais nada, execute o PowerShell no servidor e verifique o status das máquinas virtuais que estão rodando neste servidor utilizando o cmdlet abaixo:

Get-VM

Em seguida, utilize o script abaixo para desligar todas as máquinas virtuais que estejam ligadas:

[cmdletbinding()]
Param($vmhost = ‘NOME_DO_HOST’)
$runningVM = Get-VM -ComputerName $vmhost| where state -eq ‘running’
foreach ($cn in $runningVM)
{Stop-VM $cn.name -asjob}

Cole o código acima em um bloco de notas, substitua NOME_DO_HOST, pelo nome do seu servidor, e salve como por exemplo, Shutdown_VMs.ps1

Após isso execute o arquivo criado no PowerShell.

Será criado um job de desligamento por vm, no meu caso são 8 VMs neste servidor:

HyperV_PS_ShutdownVMs_1

Após isso execute novamente o cmdlet Get-VM para verificar o status das VMs:

HyperV_PS_ShutdownVMs_2

Podemos verificar também o status através do Gerenciador do Hyper-V, conforme imagem abaixo:

HyperV_PS_ShutdownVMs_3.1

Até a próxima!